Início > Notas curtas, Observando a imprensa, Política e/ou politicagem > FENAJ se pronuncia sobre a suprema censura

FENAJ se pronuncia sobre a suprema censura


Ontem, a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) se pronunciou sobre a censura ao programa Comitê de imprensa que teria sido executada a pedido do presidente do STF, Gilmar Mendes. No texto, encaminhado a secretária da presidência da Câmara dos deputados, a entidade cobra providências para elucidar o caso. Segue a íntegra da nota:

Brasília, 23 de março de 2009.

Ofício Nº 008/2009 – FENAJ

Ao jornalista Sérgio Chacon

Secretário de Comunicação Social

C/c Manuel Roberto Seabra Pereira

Diretor da TV Câmara

e Michel Temer

Presidente da Câmara dos Deputados

Senhor Secretário,

A FENAJ recebeu, no último dia 19, cópia de carta aberta distribuída pelo jornalista Leandro Fortes denunciando ação de censura com a suspensão da veiculação do programa “Comitê de Imprensa”, produzido pela TV Câmara e gravado no dia 11 de março. O jornalista também informa que o link para o citado programa foi retirado da página da TV Câmara na internet e que tais atitudes teriam sido tomadas em função de solicitação do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes.

Preocupados com as implicações destas denúncias, caso sejam confirmadas, solicitamos desta Secretaria esclarecimentos sobre os fatos relatados. A liberdade de imprensa e o direito à livre manifestação são conquistas inalienáveis da sociedade brasileira e têm na Câmara dos Deputados um aliado imprescindível na proteção e defesa desses direitos sociais. Atitudes de cerceamento e censura se de fato forem confirmadas, são antagônicas com a função e o papel que se espera de integrantes da Suprema Corte do País e de funcionários e parlamentares da Câmara Federal.

Nesse sentido, na expectativa de receber as informações solicitadas, que com certeza irão esclarecer e repelir as supostas ações de censura renovamos votos de elevadas estima.

Cordialmente,

Sérgio Murillo de Andrade

Presidente da FENAJ

Enquanto isso, na Sabatina da Folha

Hoje, o jornal Folha de S. Paulo promoveu uma sabatina com o Gilmar Mendes. Este blog acompanhou alguns momentos do evento através da transmissão pela TV UOL. A entrevista surpreendeu pouco como se imaginava. Algumas perguntas essenciais – envolvendo as denúncias de Carta Capital foram feitas, mas sem a necessária incisividade. O supremo meritíssimo, aliás, não perdeu a oportunidade de fustigar, discretamente, alguns jornalistas críticos ao seu trabalho, mas sem citar nomes, apenas com insinuações vagas.  A censura ao programa Comitê de imprensa também não foi abordada. Nenhuma surpresa, portanto. O meritíssimo também se negou a tecer sua suprema opinião sobre o delegado Protógenes. Ao final do evento, alguns estudantes fizeram um protesto contra o GM, mas este saiu pelas portas do fundo.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: