Início > Inclassificáveis > Aquelas resoluções e as perspectivas para 2011

Aquelas resoluções e as perspectivas para 2011


No dia 29 de dezembro do ano passado, este blog publicou uma série de frases á guisa de resoluções para este ano. 366 dias depois, é chegado o momento de fazer um balanço delas, do que foi cumprido e daquilo que virou apenas uma promessa desvairada…

Escrever mais regularmente neste blog.

Ao todo, foram nove textos em 2010. Com certeza, quando imaginei que deveria ser mais regular, não imaginava um número tão esquálido.  Desde o lançamento do Idéias e etc, foi o ano em que escrevi menos. Motivo? Poderia colocar a culpa na faculdade e no trabalho mas, para ser justo, a grande culpada atende pelo nome de preguiça! É uma vilã terrível, medonha mesmo. Ás vezes, até tive algumas idéias de textos, porém elas ficaram em algum lugar entre a determinação de escrever e o ânimo para começar a juntar as letrinhas. O ano que se avizinha, entretanto, não permitirá preguiça. Tenho um TCC pra fazer – mais sobre isso daqui a pouco! -, e precisarei de toda a disposição que tiver. Quanto ao blog, farei o possível para mantê-lo atualizado. Por mais irregular que isso pareça agora…

Transferir para o papel algumas idéias de texto de ficção que eu tenho.

Resolução parcialmente cumprida. Sim, algumas coisas já foram para o papel. Na verdade, para um arquivo de computador. Tenho alguns textos começados e outros ainda dentro da minha cabeça insana. Talvez, mostre alguns deles em breve nessas paragens. Outros, entretanto, permanecerão aguardando o momento de encontrar a luz do dia.

Tentar diminuir a imensa pilha de livros que eu tenho acumulados para ler.
Comprar alguns livros que eu quero muito ler e, assim, aumentar a pilha de livros acumulados para ler.

Resoluções plenamente cumpridas! Aliás, é o tipo de coisa que nem preciso de resolução para cumprir…

Ignorar as Xerox dos professores medíocres.

Cumprida integralmente! Tirei poucas xerox, apenas aquelas que me interessaram. Mas perdi a metade delas em alguma esquina da vida…

Ter alguma idéia genial para o TCC em 2011.
Tentar ter alguma idéia para o TCC 2011.

A primeira resolução ficou apenas em um sonho. Nada mais. Nenhuma idéia genial foi proporcionada pelos meus neurônios. Até tive algumas idéias, conversei sobre elas com professores e amigos; mas nada ainda muito definido, termino o ano sem saber direito qual o tema do meu TCC. Pretendo resolver essa pendenga em janeiro. Custe o que custar!

Sair mais com os meus amigos.

Resolução não cumprida. Infelizmente.  Até poderia tentar “enfeitar” a verdade, digamos assim, mas ficaria feio ser desmentido pelos amigos nos comentários. Eu não saí o suficiente com eles. E isso é mais culpa minha do que deles… Posso até escrever sobre isso… Quem sabe eu não mude essa situação no ano que se apresenta? Não, essas não são resoluções para 2011, ok?

Tentar me irritar menos com as presepadas cometidas pela imprensa (Será difícil, 2010 é ano eleitoral…)
Tentar não me irritar com as presepadas dos políticos no horário eleitoral. (Quase impossível…)
Tentar não me irritar com nenhuma presepada…
Evitar usar a palavra presepada.

Resolvi juntar essas resoluções-presepadas em um único bloco. Em um ano com direito a bolinhas de papel; convicções religiosas como tema de campanha e Tiririca ganhando a eleição, acho que não preciso dizer mais nada… Foi uma presepada atrás da outra!

Assinar um jornal diário ou revista semanal.

Resolução não cumprida! Assinava a excelente revista Brasileiros, que tem periodicidade mensal, porém a falta de tempo fez com que eu não renovasse a assinatura. Ainda tenho algumas edições não lidas…

Não fazer resoluções em 2011.

Esse texto não é uma resolução, mas uma prestação de contas, com você que me dá a honra de acessar esse blog e, principalmente, comigo mesmo. Não pretendo mais fazer resoluções. O meu amigo Vinicius Mendes escreveu no comentários das primeiras resoluções que não mais estabelecia metas. Eis as suas palavras: “Descobri que a vida te leva para outros rumos que você não espera, mas acaba aceitando por uma imposição bem maior que a nossa vontade” Faz todo o sentido. Em 2011, e daqui para a frente, deixarei que a vida me surpreenda, mostre os seus caminhos inusitados.

Um feliz 2011 para todos!

Anúncios
Categorias:Inclassificáveis
  1. 05/01/2011 às 8:55 pm

    A ideia de fazer planos para um ano que se aproxima é um estigma natural do ser humano. Já dizia Drummond que “o homem que teve a ideia de dividir o tempo em fatias, a qual chamou de ano, foi um indivíduo genial, por ter industrializado a esperança”. Verso melhor que esse sobre os anos não existe.

    Não se deve fazer planos. Os planos é quem nos escolhe. E a nós só cabe acatá-los. Falo por experiência própria. Em 2010 tive alguns planos, confesso… mas poucos deles foram cumpridos. Outros, no entanto, que eu nem esperava, aconteceram.

    Fico feliz por ser lembrado pelo meu comentário do ano passado. E sigo descobrindo “que a vida te leva para outros rumos que você não espera, mas acaba aceitando por uma imposição bem maior que a nossa vontade”.

    É isso

  2. 31/12/2010 às 11:52 am

    Genial a ideia de analisar o que cumpriu e o que não cumpriu em um ano.

    Lembro que eu não tinha feito nenhum plano para 2010, e este ano acabou sendo muito bom para mim. É claro que tenho vontades e desejos, mas pretendo não fazer deles o motivo da vida em 2011.
    Traçar metas é bom, é uma forma de você perseguir os seus objetivos. Porém, a frustração, caso não consiga alcançá-los, pode ser grande. O que conta, sobretudo, é a percepção que temos. Nossas falhas ou a conspiração do mundo para que não aconteça o que queremos também devem ser vistas com bons olhos.

    No momento, não importa exatamente aonde iremos, desde que avancemos.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: